ÓLEO DO MOTOR

Sabe para que serve o óleo do motor?

Já pensou seriamente sobre o fator que faz com que o seu motor continue a rodar sem problemas?

Sabia que…os prazos normalmente recomendados pelos fabricantes para substituir o óleo não levam em linha de conta o impacto provocado pela forma como conduz?

Se quer prolongar a vida do seu motor não se esqueça de verificar periodicamente o estado e o nível do óleo, estes dependem muitas vezes de fatores que nunca são referidos pelas marcas das motocicletas.

A lubrificação consiste basicamente na interposição de uma substância que evite ou diminua o contato entre as peças para diminuir o atrito de maneira a proteger e prolongar a vida do motor. Com a passagem dos óleos minerais para os sintéticos os prazos para a sua substituição são cada vez mais espaçados, no caso das motocicletas aconselhamos fazer a troca como se fosse um óleo mineral.

No entanto essa recomendação normalmente feita pelo construtor do automóvel não leva em conta o impacto das condições atmosféricas e da condução, sobre o tempo de vida do óleo. Por exemplo, sabia que muitas propriedades dos óleos podem ficar alteradas se este for contaminado pelo combustível, por água ou mesmo por gases de escape? Isso é o que se passa em viagens muito curtas, em que a temperatura do motor permanece baixa. Nesse caso a condensação que se forma no cárter não chega a evaporar.

As impurezas existentes no ar como areias e poeiras, acompanham o ar aspirado e chegam ao motor se não mantivermos o filtro limpo. Quando essas impurezas, juntamente com os gases, entram no cárter e passam a circular no óleo, provocam rapidamente o aumento do desgaste de várias peças do motor.

As recomendações do fabricante em relação aos intervalos para mudar o óleo baseia-se em condições ideais de condução. Estas correspondem quase sempre a viagens longas em auto-estrada. Por isso as viagens mais curtas exigem um intervalo menor entre cada troca de óleo.

O motor da sua moto durará mais se forem observados os intervalos mais curtos nos seguintes casos:

– se fizer viagens curtas (inferiores a 15 Km);
– se conduzir em estradas com muita areia ou poeiras;
– se o ar frio impedir o motor aquecer totalmente até alcançar uma temperatura normal de funcionamento ou se o motor trabalhar em condições severas.

Segundo algumas estatísticas, a maioria dos motociclistas conduzem nessas condições e por isso recomendamos que mude o óleo da sua motoca com maior frequência.

Normalmente o consumo de óleo é afetado pelos seguintes fatores: Potência, estado de manutenção do motor, temperatura que o óleo atinge e viscosidade do óleo à temperatura normal de trabalho.

Conselhos práticos
Escolher um óleo é simples! Siga sempre as instruções do manual da sua moto. Neste caso a marca tem sempre razão. Você é que não tem se por qualquer motivo tiver problemas com um óleo não recomendado.

Para saber o prazo de mudança siga também as instruções do manual, mas não se esqueça de que há sempre dois tipos de prazo, um para o uso normal e outro para condições severas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>