PRIMEIROS KMS

DE CASA PARA A ESTRADA: Minutos Críticos

Parece incrível, mas é verídico: boa parte dos acidentes com motos acontecem a menos de três minutos de distância do ponto de partida ou de chegada, devido a distrações na pilotagem. Em parte, isso se explica pela excitação no momento da partida ou um certo relaxamento já próximo ao destino. Portanto, dentro de um território conhecido.

Uma das melhores maneiras de concentrar-se é estar plenamente ciente de que “a viagem realmente já começou”. Mesmo que as ruas e avenidas ainda lhe sejam familiares, procure imagina-las como se fossem de uma localidade distante observando toda a movimentação à sua volta constantemente. Dê atenção especial aos cruzamentos e semáforos (ou sinais).

Problemas pessoais ou assuntos pendentes de resolução devem ser esquecidos durante a pilotagem. Procure “desligar-se” desses pensamentos, concentrando-se no caminho que terá pela frente.

Se for necessário, leve mapas ou cópias de guias rodoviários com indicações de entroncamentos rodoviários e entradas e saídas das cidades desconhecidas. Procure mentalizá-los. Mas, se precisar consultá-los durante a viagem, lembre-se de estacionar em local seguro. Geralmente, postos de gasolina são locais apropriados para essas paradas e os funcionários poderão ajudar com informações.

Nos primeiros quilômetros, procure sentir as reações da moto em frenagens, curvas, acelerações, verificando se tudo funciona corretamente.
Confira se a bagagem está bem posicionada, além de PRESA, e se a garupa (se houver) está bem acomodada e segura.
Se alguma anormalidade for notada, corrija antes de iniciar realmente a viagem. Não se arrisque a ter problemas na estrada.

ESTEJA BEM EQUIPADO.

Prefira sempre capacete fechado para viajar, oferece melhor proteção que o capacete aberto. Jaquetas de couro ou tecido resistente, luvas, calças reforçadas e botas de cano longo/meio-cano são outros equipamentos fundamentais.

Se estiver levando alguém na garupa, é fundamental que esteja tão bem equipado quanto você. Sendo necessário, indique a forma correta de o passageiro acomodar-se na moto, de maneira a ter a postura mais ereta e confortável.

O passageiro deve acomodar-se o mais próximo possível do piloto, segurando-o de forma que as suas duas mãos passem pela cintura. Outra opção é usar as alças que existem na rabeta de algumas motos, para se segurar.
Lembre-se que a responsabilidade pela segurança do passageiro é do piloto.

Um erro comum, cometido por “garupas de primeira viagem”, é inclinar o corpo para o lado contrário ao do piloto, como se houvesse uma compensação de equilíbrio. O correto é inclinar o corpo sempre para o mesmo lado que o piloto, acompanhando-o nos movimentos. Isso facilita a pilotagem e melhora o conforto do passageiro.

Mantenha sempre uma postura confortável sobre a moto, mas ao mesmo tempo adequada, para que possa controlá-la rapidamente caso surja algum obstáculo ou situação de emergência repentina.

Nas retas o corpo pode ficar relaxado e apoiado sobre o banco, mantendo-se a coluna ereta e as mãos apoiadas levemente sobre o guidão. Nas curvas, o peso do piloto deve ir para as pedaleiras, com o olhar atento a todas as partes do caminho mais à frente, evitando-se olhar fixamente para um único ponto – principalmente os mais próximos.

Procure obter previsões de clima sobre o local de destino. Caso haja previsão de chuva ou frio, deixe em local de fácil acesso equipamentos como o macacão impermeável ou agasalhos. O quanto antes se preparar para o problema, mais seguro se sentirá para pilotar. Mesmo sem previsão de chuva, deixe sempre o macacão à mão.

Fonte: Bleiner Fernandes de Melo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *