Malas, o que levar?

Olá mulheres motociclistas e garupeiras de plantão!

Falemos hoje um pouco mais de um dos assuntos mais polêmicos entre o casal motociclista na hora de pegar a estrada: AS MALAS.

Quem foi que disse que nós mulheres precisamos andar desajeitadas ou sem os nossos mimos só porque vamos viajar de moto?

É fato que realmente não teremos, nem mesmo, 10% do espaço que teríamos para levar nossas coisas em um carro, porém, vejamos por outro lado:
Viajando de moto poderemos exercitar nosso desprendimento.
Quantas roupas e sapatos você realmente usa de todas que leva na bagagem? Opte por levar um jeans básico, blusinhas de cores básicas e abuse dos acessórios como colares, lenços e brincos que cabem dentro dos calçados por exemplo.

Faça uma pilha com tudo, absolutamente tudo que você realmente gostaria de levar. Depois reveja o roteiro da sua viagem, os passeios que irá fazer e comece a selecionar as roupas e calçados que melhor se adequam.

Não esqueça que a maior parte do tempo você vai passar na moto, então não precisa de muita roupa extra. Quanto a roupa de viajem é extramente necessário que você opte por equipamentos confortáveis e a ajustáveis ao seu corpo. Nada de pegar aquela calça ou jaqueta que o seu parceiro não usa mais, só porque você não vai pilotar. Você também precisa de conforto e, mais do que isso, proteção.

A escolha da roupa adequada para o seu tamanho é essencial e acredite, você vai comprovar isso na estrada. Um exemplo típico é o vento, tem algo pior que ficar sentindo aquele ar gelado passeando pela sua roupa e entrando por lugares indesejados como as suas costas? E a chuva? tira a vontade de qualquer um andar de moto néh!
Desprendimento tudo bem, agora falta de conforto e proteção, nem pensar.

Sinceramente, muitas mulheres querem andar de moto como se estivessem indo ao shopping, me desculpem o comparativo, mas é preciso colocar na cabeça que não dá para andar de moto toda apertada, é extremamente desconfortável. Escolha calça com elásticos laterais, elas sedem mais e se ajustam melhor ao seu corpo, cós mais alto também faz a diferença.

Escolha uma jaqueta/parca que caiba uma segunda pele embaixo do forro e que permita você movimentar os braços e mexer-se. O cumprimento também é importante para impedir a entrada da chuva e do vento. Roupas curtas sobem com o seu movimento e forçam você a ficar ´puxando-as´ para ajustá-las. Isso tira a sua concentração, seu equilíbrio e faz com que se preocupe com um incômodo que poderia ser evitado.

Claro que não podemos esquecer do capacete e, cá para nós, hoje em dia os grafismos são um show não é mesmo?
Escolha um bom capacete e prefira aqueles feitos com materiais mais leves, eles são mais confortáveis. Atente para o tamanho certo também. Capacetes largos, com a ação do vento, ficam ´sambando´ na cabeça, além do perigo de poderem sair na hora de um tombo.
Capacetes apertados dão ´dor de cabeça´.
Procure um especialista e informe-se bem, antes de adquirir um capacete.
Em Florianópolis indicamos o Davidson (CPBikes – 48 32067544 / cpbikes@live.com) entende muito do assunto. Além disso, avalie a relação custo X benefício. Atualmente, temos ótimos capacetes por valores regulares.

Luvas são necessárias, escolha o modelo que mais lhe agrade avaliando a temperatura em que vai ser usada. Neste caso, procure forros isotérmicos, eles manterão a temperatura de seu corpo, isolando a temperatura externa (meio ambiente). Avalie também a necessidade de ser impermeável e (principalmente se você vai pilotar) a tatilidade do material. Há luvas que são tão grossas, ou feitas com materiais tão duros, que fazem você perder o tato. Pode parecer um detalhe, mas para quem pilota atrapalha muito.

Uma dica que deixamos aqui é que as luvas usadas tenham protetores externos por cima das articulações. No caso de acidente elas serão muito úteis, visto que os tecidos que revestem as articulações são os que tem maior dificuldade de cicatrização. Esta atenção serve para TODAS articulações do corpo (Joelhos, Cotovelos, Ombros e Bacia). Há alguns modelos que também têm um protetor para o escafóide (osso na base das mãos), isso faz muita diferença no item segurança.

Nada impede que você leve/tenha mais de um tipo de luvas na sua bagagem, você não vai se arrepender.

Botas, também são um problema para a maioria das mulheres na hora de escolher. Por natureza nós já nascemos no salto, é nato. Porém, mais uma vez é preciso lembrar a finalidade deste ítem durante a viagem: proteção. Prefira as impermeáveis, dessa maneira você não precisa ficar preocupada na hora em que pegar aquela pancada de chuva inesperada.

Outro detalhe é a facilidade para serem calçadas. Não esqueça de prever que devem ser usadas com meias ´grossas´, isso pode alterar o tamanho escolhido.

Escrevi esse texto baseado na minha experiência como garupa. Inicialmente fiz como a moça aí da charge, separei um monteeeeee de roupas, calçados e acessórios para levar e sim, eu também achava estranhas “aquelas” roupas para andar de moto.

Porém, nada como a prática pra você ir aprendendo qual o melhor equipamento a ser utilizado.

Hoje, eu uso roupas, botas e luvas impermeáveis e superconfortáveis, que me permitem prestar atenção nas paisagens por onde passamos. Curto ao máximo nossas viagens com toda a proteção necessária.

Optei por usar parca ao invés de jaqueta, achei que vestia melhor e me protegia mais.

Não saio sem a balaclava, acho que ela protege melhor meus cabelos, me livrando dos nós e também deixando meu capacete limpo por mais tempo. Você pode utilizar lenços também, ficam lindos.

Não abro mão do meu batom, rímel, protetor solar, sombra, perfume. É só lembrar que as embalagens precisam ser menores do que as convencionais, para alguns produtos, de sua preferência.

Enfim, levo tudo o que acho necessário e acredite, ainda volto com roupas sem usar. Abuso dos colares principalmente, adoro e dão um toque diferente nas suas fotos.

Use a sua criatividade, leve tudo o que achar necessário e viaje muito, nada melhor que a experiência não é mesmo?

Afinal, ninguém nasce sabendo e as dicas estão aí para que você aproveite da melhor maneira possível o seu passeio. Mostre ao seu companheiro que você é capaz de usar o alforge que lhe pertence da maneira mais otimizada possível. Ele vai acabar pedindo para que você arrume o dele também.

Dúvidas ou sugestões, deixe seu comentário ou escreva para nós.

Este espaço é nosso!

Forte abraço e boas estradas.
Até a Próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>