Primeira dama

Dot Robinson nasceu em 22 de abril de 1912, na Austrália, e foi motociclista mesmo antes de nascer. Quando sua mãe entrou em trabalho de parto, seu pai, James Goulding, a levou para o hospital em um sidecar.

Goulding foi um designer de carros e piloto amador e seus desenhos eram famosos por sua confiabilidade. Ele se mudou para os Estados Unidos em 1918 para expandir o negócio de sidecars e a família se estabeleceu em Saginaw, Michigan, abrindo uma concessionária de motocicletas.

Dot cresceu neste universo e começou a pilotar muito jovem. Ela conheceu seu futuro marido, Earl, enquanto estava no colégio. Os Robinsons se casaram em 1931 e ambos participaram de corridas de resistência. Dot ganhou seu primeiro troféu em 1930 na corrida de Endurance Flint 100

Depois que o casal bateu o recorde transcontinental competindo juntos em 1935, a Harley-Davidson perguntou aos Robinsons se gostariam de abrir uma concessionária. Logo depois o casal se mudou para Detroit e abriu uma loja Harley-Davidson de sucesso, que funcionou até 1971.

Em 1934, Dot competiu em seu primeiro Campeonato Nacional Jack Pine de Endurance em seu estado natal, Michigan. Em 1940, ganhou o famoso Jack Pine na classe sidecar, tornando-se a primeira mulher a vencer no AMA (American Motorcyclist Association) uma competição nacional. Ela repetiu a façanha em 1946. Após os Robinsons venderam sua concessionária em 1971, o casal viajou de moto. A viagem favorita de Dot foi uma excursão de 6.000 milhas através do país de seu nascimento, a Austrália. Earl morreu em 1996, mas Dot se manteve pilotando até janeiro de 1998 com a idade de 85, quando uma cirurgia no joelho tornou tudo muito difícil e a rotina de pilotagem teve que ser abandonada. Dorothy Robinson faleceu em 08 de outubro de 1999. Ela tinha 87 anos de idade.

Dot robinson

Em 1939, Dot conheceu uma motociclista da Nova Inglaterra chamada Linda Dugeau e juntas decidiram fundar uma organização de mulheres motociclistas. Dentro de um ano, a Motor Maids foi estabelecida.

A organização foi fundamental para convencer muitas mulheres iniciarem no motociclismo por elas mesmas. Acompanhando a idéia de Linda Dugeau, Dot procurou em todo os Estados Unidos mulheres que possuíam e andavam em suas próprias motocicletas.

Encontrando 51senhoras fundou em 1940 o Motor Maids da América Inc. Dizia ela: você pode muito bem pilotar uma moto e ser uma dama! Dali em diante, a premissa básica do grupo composto só por mulheresé: pilotar suas próprias motos, sempre arrumadas e com classe, como senhoras de fino trato! O lema é a espinha dorsal da organização até hoje!! Atualmente o Motor Maids possui aproximadamente 1.200 integrantes em todo os Estados Unidos e Canadá. Dorothy Robinson é umas das poucas mulheres no Motorcycle Hall of Fame Museum.

Viva as pioneiras!!!

Fonte: mulheres-motociclistas.blogspot.com.br

Até a Próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>